Cosanpa incentiva preservação ambiental com 1ª Corrida das Águas

Pela primeira vez, a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) realizou a “Corrida e Caminhada das Águas – Preservar para não faltar”. O evento ocorreu na manhã deste domingo (24), no Parque Ambiental do Utinga, como parte da programação pelo Dia Mundial da Água, celebrado no último dia 22.

Ao todo, 800 atletas participaram e chegaram cedo, antes das 6 horas da manhã – horário marcado para a largada da corrida. Carlos Alberto Silva é pintor, garantiu a inscrição logo nas primeiras horas da abertura e aprovou a iniciativa. “É uma boa ação, estimula a prática esportiva, conscientiza a população para a preservação do meio ambiente para as pessoas terem mais consciência para não jogar lixo na rua, gastar pouca água. Isso é muito importante e bem-vindo”, disse. A servidora pública Ana Corrêa também acordou cedo para curtir o domingo com a família no Parque caminhando por esta causa. “Isso é muito importante, temos que pensar a frente, pensar no futuro, pensar na preservação. Resolvi correr por essa causa tão importante, ter essa consciência, incentivar minha família, inclusive vim com meus filhos”.

O primeiro colocado, Jorge Luiz de Oliveira Silva, concluiu o percurso de 8 quilômetros em 27 minutos e 22 segundos. Sidney Pantoja ficou em segundo lugar, com dez segundo a mais no cronômetro e Rosivaldo Silva chegou em terceiro em 27 minutos e 56 segundos. Entre as mulheres, a grande vencedora foi Mara Rogéria da Conceição Silva com o tempo de 31 minuto e 34 segundos, seguida de Edna Maria de Oliveira da Silva (33 minutos e 50 segundos) e, em terceiro lugar, Maria Girlene Lopes, que concluiu o percurso em 35 minutos e 27 segundos. Os primeiros colocados receberam os prêmios de R$ 1 mil, R$ 500 e R$ 300, respectivamente.

O evento, organizado pela Cosanpa com o apoio da Caixa Econômica Federal, reuniu instituições parceiras para lembrar a todos a necessidade de preservação da natureza. “A água é o primeiro elemento necessário para a sobrevivência humana, para todas as formas de vida no planeta. O Brasil é um dos maiores detentores da água doce do mundo, então nada mais importante do que o órgão como a Cosanpa, responsável pela distribuição desse bem, tomar essa inciativa de uma corrida para conscientizar as pessoas disso”, ressaltou Virgínia Lavareda,  assistente de projetos sociais da Caixa Econômica Federal.

A corrida foi em Belém, mas a Cosanpa desenvolve atividades pelo Pará, nas cidades onde a Companhia atua. “Essa nossa programação foi na capital, mas em quase todos os municípios que a Cosanpa abastece, nós realizamos ações em comemoração ao Dia Mundial da Água. Nós escolhemos o Parque Ambiental do Utinga porque aqui ficam os nossos dois reservatórios naturais de água: Água Preta e Bolonha. Nada melhor do que reunir os atletas, as famílias, confraternizar essa data que foi criada com objetivo de conscientizar a população. Até porquê, sem ela não teríamos os ecossistemas nos planeta. Hoje, a nossa missão foi reunir os atletas, famílias e que eles saiam daqui como parceiros da Cosanpa e lutem por essa causa tão importante”, lembrou Lene Oliveira, assessora de programas sociais da Cosanpa, organizadora da corrida.

Além da corrida, houve entrega de mudas de plantas, aulas de dança, orientação nutricional, verificação de glicose e pressão arterial e atividades para as crianças. Os atletas inscritos doaram 3 (três) quilos de alimentos não perecíveis que serão entregues à instituições de caridade.

“A nova gestão da Cosanpa junto com o Governo do Pará quer melhorar os serviços prestados pela Companhia e atender bem a população do estado. A primeira corrida da Cosanpa mostrou que queremos estar perto dos cidadãos, caminhando juntos para sermos a diferença que queremos. Tenho certeza que já estamos em um novo momento no Pará e que todos serão beneficiados, esse é o nosso objetivo”, concluiu Fernanda Paes, Diretora de Gestão de Pessoas e Logística da Cosanpa.

Compartilhar no: